Empada de palmito com abóbora do jardim e coentro

Atualizado: Jul 31

No começo de junho colhemos as últimas abóboras do pé que nasceu espontaneamente aqui no nosso pequeno jardim comestível. Ao todo dez abóboras, sendo que a maior deve ter cerca de 50 cm e a menor uns 20 cm. A abóbora veio de alguma semente que estava no composto que colocamos no jardim. Ela começou a crescer em um espaço que minha mãe havia reservado para uma jabuticabeira, onde já tinha alguns pés de tomate e um mamoeiro. Fomos deixando a abóbora crescer e, sem perceber, ela tomou conta de tudo. Cresceu muito, começou a escalar várias plantas e, inclusive, deve ter matado uns 4 pés de gerânio e 3 tomateiros.

Nós a deixamos crescer e perdemos um pouco o controle, e foi assim que reinou no jardim por uns 7-8 meses – a melhor parte foi poder colher seus brotinhos para fazer macarrão com alho e raspas de limão (confira a receita aqui). Mas chegou uma hora em que as folhas começaram a secar e as abóboras não cresciam mais, era um sinal de que seu ciclo chegava ao fim.



Quantas coisas aconteceram desde que chegou aqui em nosso pequeno jardim, passei por várias dificuldades na vida pessoal e ela estava aqui. Quando não sabia o que fazer e ia dar uma volta no quintal, me deparava com ela. Quando não sabia o que cozinhar, lá estava ela. Foi uma relação intensa e é estranho dizer isso, mas essa abóbora me acolheu em momentos bem difíceis e de grandes transições.



Desde então venho experimentando usá-la em diferentes versões. Mas olha, vamos combinar, abóbora fica maravilhosamente bem com coentro. Creio que o coentro está para a abóbora assim como tomate está para o manjericão. Não sei se abóbora fica melhor com o coentro ou se o coentro fica melhor com ela. É, de fato, um caso de amor.



Mas vamos falar logo dessa empada de abóbora?


Gostei muito do resultado dela no recheio da empada que preparei hoje. Acho inclusive que é uma excelente oportunidade para quem não gosta de coentro, provar. A receitinha é vegana e não leva nenhum ingrediente de origem animal, espero que gostem ;)

Empada de palmito com abóbora do jardim e coentro

6 porções

Tempo de preparo: 1h30


Massa

150 g de mandioquinha cozida e amassada (ou batata-doce)

200 g farinha de trigo

100 g de farinha integral

80 ml de azeite de oliva

50-100 ml de água

1 colher de café de sal

Ramos frescos de coentro


Recheio:

1 vidro de palmito

1 cebola grande fatiada

1 pimenta dedo-de-moça sem sementes em cubinhos (opcional)

3 xícaras de abóbora pescoço em cubos médios

1/2 xícara de água ou leite de coco

4 tomates maduros em cubos

Folhas de manjericão a gosto

2 colheres de sopa de coentro fresco picado

1 colher de sopa de salsinha picada

4 colheres de sopa de óleo de coco

Sal


1. Doure a cebola no óleo de coco com as folhas de manjericão e a pimenta até ficar transparente. Adicione a abóbora, mexa e acrescente a água. Assim que ferver, baixe o fogo e cozinhe até que amoleça.

2. Adicione o tomate ao preparo e mexa por 5 minutos, ou até evaporar a água.

3. Coloque o palmito picado, adicione sal e cozinhe por mais alguns minutos. Desligue o fogo e adicione o coentro e a salsinha, experimente e ajuste o tempero se necessário. O recheio deve ficar úmido, porém sem líquido.

4. Deixe esfriar e enquanto isso prepare a massa.

5. Para preparar a massa, coloque a mandioquinha amassada em uma tigela com as farinhas, o azeite e o sal. Misture bem até incorporar os ingredientes e obter uma textura de farofa. Então adicione a água, aos poucos, e mexa até formar uma massa uniforme. Não precisa sovar, assim que formar a massa, cubra e deixe descansar por no mínimo 20 minutos.

6. Preaqueça o forno a 200 graus.

7. Unte uma fôrma de 25 cm com um pouquinho de azeite. Divida a massa em dois pedaços, um com 1/3 da massa e um maior, com 2/3 para formar a base. Abra a massa em uma superfície lisa e limpa com ajuda de um rolo e um pouquinho de farinha. Acomode a massa no fundo da fôrma e laterais. Com o restante da massa abra uma circunferência do tamanho da fôrma, disponha raminhos de coentro e folhas, e passe novamente o rolo, reserve.

8. Distribua o recheio sobre a massa que está na fôrma, coloque o restante da massa por cima e, delicadamente, com a ponta dos dedos, vá unindo as laterais.

9. Leve a torta ao forno por 40 minutos ou até dourar. Se o seu forno tiver a opção de gratinar, coloque por alguns minutos, o que ajuda a dourar por cima.

10. Retire do forno, aguarde 10 minutos e sirva.

176 visualizações