O que fazer com o que sobra do leite de castanhas? Faça uma farofa!

Atualizado: Mai 15

Você já se deparou com o resíduo de leite vegetal na geladeira sem saber o que fazer com ele? Este post é para você. Aprenda a fazer uma receita prática e brasileira, ideal para o dia a dia.




Em quais pratos posso usar o resíduo do leite? Esta foi uma pergunta de uma leitora em uma postagem no meu antigo blog Prato de Papel e provavelmente de muitas outras pessoas que também fazem o leite.


Sempre que se faz um leite de castanha ou de coco, ou de qualquer outra oleaginosa, é preciso coar para extrair o leite e separar os sólidos. Neste processo sobra uma polpa que pode ser usada em outros preparos e é exatamente sobre esta polpa que vamos falar neste post. É possível fazer uma série de receitas com ela, podemos temperá-la para consumo direto ou guardar para um bolo ou um preparo mais elaborado. Mas uma receita fácil e para ser usada no seu almoço de todo dia é uma farofa!

A farofa é um preparo brasileiro bem sequinho, perfeito para acompanhar pratos úmidos como o nosso feijão, um purê de mandioquinha, um bobó, uma moqueca e até uma sopinha creme. A farofa pode ser bem seca e preparada com farinhas nutritivas que são torradas diretamente na panela, ou mais úmida quando dourada em uma gordura como azeite e óleo de coco. Gosto de misturar a polpa com farinha de mandioca, assim não fica tão pesada, mas faço "pura" de vez em quando e o pessoal aqui em casa adora.

Com criatividade é possível elaborar receitas riquíssimas. Se precisar de um impulso inicial, seguem algumas sugestões. Uma dica é que a polpa deve estar beeeeem sequinha, então a esprema bem quando coar seu leite, caso contrário a farofa vai grudar na frigideira. Lembre-se de passar a polpa por uma peneira grossa antes de levar à panela, pois assim, com ela soltinha, vai ajudar com que o cozimento seja uniforme.



Farofa seca

1 medida da polpa que sobrou do seu leite de castanhas (peneirar em peneira grossa) 1 medida de farinha de mandioca fina e crua 1 colher de chá de cúrcuma em pó sal a gosto

1. Coloque tudo em uma panela de barro baixa ou em uma frigideira de inox e mexa constantemente, em fogo baixo, até dourar bem.

2. Espere esfriar e guarde.


Farofa úmida temperada

1 medida de polpa de castanha-do-pará (peneirar em peneira grossa)

1 medida de farinha de mandioca fina e crua 1 cebola fatiada 1 cenoura ralada 3 colheres de sopa de azeite de oliva

Cebolinha picada Sal

Pimenta cayena a gosto (opcional)

1. Derreta a gordura e doure levemente a cebola com a cenoura, acrescente os secos e mexa constantemente, em fogo baixo, até dourar bem, não deixe grudar! Finalize com a cebolinha e ajuste os temperos. 2. Espere esfriar e sirva.



Farofa pura de amêndoa temperada


Polpa de amêndoas (peneirar em peneira grossa) 1 cebola roxa fatiada 3 colheres de sopa de azeite de oliva

Salsinha picada Sal

Pimenta-do-reino a gosto

1. Derreta a gordura e doure levemente a cebola, acrescente a polpa de amêndoa e mexa constantemente, em fogo baixo, até dourar bem e secar, não deixe grudar! Finalize com a salsinha e ajuste o sal e pimenta. 2. Sirva, fica gostosa quentinha!



Farofa de coco com coentro

Polpa de coco (peneirar em peneira grossa) 1 cebola roxa fatiada 3 colheres de sopa de óleo de coco

Coentro picado (bastante) Sal


1. Derreta o óleo e doure levemente a cebola, acrescente o coco e mexa constantemente até dourar bem, não deixe grudar! Finalize com o coentro e ajuste o sal. 2. Espere esfriar e sirva.

* Post original do blog Prato de Papel, publicado em julho de 2013.

36 visualizações