Como fazer goma de tapioca



Tenho observado que muitas pessoas ainda compram a goma de tapioca já pronta no supermercado, então preparei este post para explicar como preparar a sua, em casa. Fresquinha é muito mais gostosa. É fácil de fazer e assim podemos evitar o consumo de alguns conservantes a mais. Nesta receita vou te ensinar a preparar a goma de tapioca (também conhecida como beiju em algumas regiões), a partir do polvilho doce. Aprendi esta receita com uma amiga baiana, quando eu morava em São Paulo. Passaram-se anos e continuo fazendo a receita que aprendi com ela. Existem diversas formas de fazer, mas gosto desta pois o polvilho hidrata bem e fica perfeito para digerir.


Engana-se quem pensa que fazer a goma da tapioca dá trabalho. Talvez o maior trabalho seja mesmo passar pela peneira, mas vale a pena o esforço e para isso a dica é uma peneira com a trama não muito fina: uma com trama grossa é ideal para preparar sua tapioca delícia no dia a dia. O processo todo de hidratar a goma leva mais que um dia, esse é o tempo da hidratação completa e o resultado é maravilhoso. Descarto a água, cubro com guardanapo de pano e deixo durante várias horas até secar bem, se for preciso até troco o guardanapo. Quando a goma fica bem sequinha, querendo rachar, ela está pronta! Aí é só guardar na geladeira. Você pode peneirar e guardar ou guardar as lascas e peneirar conforme o preparo. Não tem regra. Você pode hidratar com a água já salgada ou não, eu gosto de fazer sem sal e geralmente coloco na hora do preparo mesmo.



Goma colorida

Para preparar sua goma colorida basta hidratar com água já batida com determinados ingredientes, como beterraba (pink), cúrcuma fresca ou em pó (amarelo), cenoura ou abóbora (laranja), salsinha (verde), vale provar e experimentar.

Recheios

Podemos rechear com recheios clássicos ou inventar, né? Abacate fica maravilhoso, óleo de coco com banana e melado rende uma boa tapioca doce, tomate com azeitona, azeite e manjericão para qualquer hora do dia, patê de cenoura, manteiga de cacau e sal, coco fresco, queijo, manteiga de garrafa, ganache de chocolate… boa tapioca!


Goma de tapioca


500 g de polvilho doce

Água

Sal


  1. Em uma vasilha funda coloque o polvilho doce e cubra com água, não precisa mexer pois ele afunda sozinho, mas se preferir mexa. Deixe o polvilho hidratar e descansar. Após algumas horas ele vai decantar: ficará o polvilho embaixo e a água por cima, bem separado mesmo. Despeje esta água na pia e cubra novamente com água. Deixe descansar por mais algumas horas. Assim que o polvilho ficar no fundo da bacia novamente e a água totalmente transparente na parte superior, despeje-a toda e o cubra com um pano de prato. Deixe por no mínimo 3 horas, até que o pano absorva a água restante e, se for preciso, troque o pano e deixe secar mais tempo. Dependendo do polvilho, ele pode exigir mais tempo.

  2. Assim que a goma ficar seca passe por uma peneira grossa, coloque sal a gosto e pronto, você já pode fazer tapioca na frigideira. Guarde na geladeira por até 1 semana.

Dica: Para fazer tapioca colorida use água processada com cenoura, beterraba, cúrcuma, salsinha, etc.


Tapioca:

  1. Coloque uma frigideira de ferro no fogo e cubra a superfície com a goma peneirada. Espalhe bem e assim que a goma se unir, coloque o recheio de sua preferência. Dobre a tapioca e cozinhe ambos os lados com ela já fechada. Sirva.



Foto 1: Camila Fontenele

Foto 2 e 3: Arquivo do blog Jardim Comestível

279 visualizações